30/12/10

Obrigado a todos!


Agradeço aqui publicamente a todos, militantes, simpatizantes e amigos, o apio e os contributos que nos concederam ao longo deste ano. Só assim foi possível fortalecer as nossas ideias e tornar mais efectivo o contributo do CDS-PP para a melhoraria da qualidade de vida dos odivelenses e para a valorização da nossa Terra. Para o ano cá estaremos de novo, com o objectivo renovado, de fazer mais e melhor.

Por agora, resta-me desejar a continuação de Boas Festas e sobretudo, que tenham um EXCELENTE 2011, BEM PRECISAMOS!

Um post sobre o Comércio Local


Madalena Varela que foi uma das pessoas (Independentes) do Grupo Pensar Odivelas - Comércio Local que mais trabalhou no "Projecto de Revitalização e Denamização do Comércio Local", escreve hoje um post sobre o que para ela tem sido o comportamento do executivo municipal no que respeita a este assunto.

Vale a pena ler o "Cabeças de Vento".

29/12/10

Assembleia de Freguesia de Odivelas.


Reuniu-se dia 27 e 28 a Assembleia de Freguesia de Odivelas que tinha como ponto principal a aprovação do Orçamento de 2011, o qual foi aprovado com os votos favoráveis da Bancada da Coligação e P.S..

A Vogal do CDS, Fátima Pires, esteve presente na mesa do executivo e Pedro Lara esteve na bancada da Coligação.

Um Dezembro de loucos.


A dinâmica do CDS em Odivelas está a crescer de mês para mês.

Só este mês, para além das Assembleias em quase todas as freguesias e de 4 sessões da A. Municipal, estivemos presentes em vários programas nas WEB TV's (Odivelas TV e da Nova Odivelas TV), fizemos várias visitas institucionais (Odivelas, Pontinha, Póvoa de Stº Adrião), estivemos presentes em alguns eventos para os quais fomos convidados e ainda recebemos por uma vez Paulo Portas e por duas vezes Telmo Correia e Teresa Caeiro.

Há também a registar o regresso de Rui Ribeiro às colunas escritas da imprensa local e a colaboração de Carla Rodrigues aqui no blogue.

Felizmente parece que o nosso trabalho é reconhecido e talvez por essa razão temos mais pessoas que se disponibilizaram para começar a colaborar connosco a partir de Janeiro.

Nunca é de mais relembrar que este trabalho é fruto do esforço de todos os que compõe a Comissão Politica e dos que estão eleitos, mas também e não posso deixar de registar, da colaboração de inúmeras pessoas que não estão directamente ligadas à concelhia, mas que têm sido um apoio fantástico.

Obrigado a todos!




Nota: Pode clicar aqui e ver os posts relativos ao mês de Dezembro.

e á terceira noite...


parece que nos ouviram. É que há pouco (23.30h) em Odivelas, estava uma camionete a recolher o lixo, vamos ver se foi só nesta freguesia ou se também o estão a recolher nas outras.

28/12/10

Uma vergonha!

Vou directa ao assunto: O que se passa nos últimos dias no Concelho de Odivelas é uma autêntica vergonha para não dizer um autêntico atentado à saúde pública!
Como é possível que desde a noite de 24/12 não haja recolha do lixo?? É compreensível que a mesma não se faça na noite de Natal, afinal, todos têm direito a estar com a familia nessa noite, mas desde aí passaram mais 3 noites!!!!!!!!!
O que se passa? Há greve? Os serviços que recolhem o lixo fecharam para férias? O que tem a CMO a dizer aos cidadãos sobre este assunto? É este o concelho de elevada qualidade de vida, que tanto apregoam os socialistas? É lhes indiferente que saiam à rua e vejam os sacos de lixo a acumularem-se à sua porta ( já nem cabem dentro dos caixotes!)?
Enfim, só tenho um comentário a fazer: Um nojo!

Odivelas - A fava foi para os comerciantes.

A Carla Rodrigues acabou de chamar a atenção no facebook para uma iniciativa que a Câmara Municipal do Porto resolveu recuperar (não sabia que já tinha existido), o Cortejo dos Reis Magos, enquanto isso o executivo municipal em Odivelas resolveu ignorar o Projecto apresentado pelo CDS para a Requalificação e Dinamização do Comércio Local, a qual na sua proposta de Natal incluía uma iniciativa semelhante.

Infelizmente não foi este o único caso, o grupo criado para a elaboração deste projecto (Pensar Odivelas – Comércio Local), também fez uma outra proposta para esta época do ano, o Odivelas Stock Market, lembro que ainda ontem começou e hoje continuou com enorme sucesso Black Friday no Corte Inglês.

É caso para dizer que os comerciantes de Odivelas devem estar com a mesma sensação daquelas pessoas a quem sai (*) a fava do Bolo Rei.


*Sai = Saía, porque agora foi proibida.

27/12/10

Não estamos de férias.


É certo que fizémos umas mini-férias, 24, 25e 26 de Dezembro, mas já acabaram, já estamos de regresso.

Esta é a hora de fazer o balanço, arrumar 2010 e abrir 2011.

23/12/10

Boas Festas!



“Vale a pena pensar nisto a sério: o mundo não muda se eu não mudar. Se cada um de nós não melhorar, o mundo também não melhora. E nós podemos fazer a diferença, se quisermos. É fácil ver as injustiças no mundo e gritar contra elas, mas tudo passa pela minha e pela tua vontade de lutar por um mundo mais justo e mais fraterno”.

Padre Vasco Pinto Magalhães
In:Não Há Caminhos, Há Soluções



O Natal está achegar e com ele o final de mais um ano.

Esta é sempre uma boa altura para fazer balanços, para perspectivar o futuro e traçar novos caminhos.

Do ano que passou, cada um de nós faz o seu balanço pessoal, sendo que o balanço sobre o ambiente social que nos rodeia está longe de ser positivo.

Exemplos de pobreza, de discriminação, de exclusão, de desigualdade de oportunidades, de injustiça, de arrogância, de vaidade, de egoísmo, de luxúria, de gula, de falta de seriedade, de falta de lealdade, de transparência e até de falta de um mínimo de bom senso, entre outros, não faltam.

Vai começar um ano novo, muito dizem - ano novo, vida nova e outros, mais descrentes, afirmam - nada vai mudar. Eu pergunto:

1 -Se nada fizermos, como podemos criticar?
2- Se nada fizermos, porque nos haveremos de lamentar?
3 -Se nada fizermos, como algo há-de mudar?

Eu tenho FÉ, ACREDITO seriamente que não temos que estar condenados a isto e que é possível mudar. Convido-vos por isso, a perderem um pouco de tempo e a reflectirem no texto escrito no inicio deste post.

Para terminar, resta-me agradecer do fundo do coração, a todos os que ao longo deste ano me/nos ajudaram e aquilo que de várias formas me/nos ensinaram. Em meu nome pessoal e em nome da Concelhia do CDS-PP de Odivelas desejo-vos um Bom Natal e um excelente ano de 2011, bem precisamos.

22/12/10

Eleições directas para Presidente do CDS dia 12 de Fevereiro. Congresso dias 19 e 20 de Março.

O Conselho Nacional marcou eleições directas para Presidente do CDS dia 12 de Fevereiro de 2011. O Congresso ficou marcado para 19 e 20 de Março de 2011.

Nas eleições directas, cada candidato apresenta a sua estratégia para o Partido (Documento de Orientação Política).

No Congresso, será aprovado o guião para uma nova governação de Portugal (Proposta de Orientação Política, Económica e Social).

21/12/10

Odivelas: Actividades Económicas no Máximo da Trapalhada.


Como diversas vezes temos vindo a afirmar os Comerciantes e os Empresários de Odivelas estão há anos vetados ao abandono. Devido às nossas inúmeras intervenções, tanto na Assembleia Municipal, como em diversos outros espaços, parece que o Poder Local começa, também nesta área e agora a dar-nos ouvidos.

Habituados a governar como resposta aos acontecimentos, sem qualquer estratégia ou planeamento e sem que por ventura estejam habituados a trabalhar nesta área, os erros começam a suceder-se.

O mais recente exemplo passa-se com a Loja da Marmelada e com toda encenação à volta da promoção da mesma. Vejamos:

1 -Este é um assunto que o CDS-PP tem vindo há vários anos a abordar e a chamar a atenção para a necessidade que há em promover este produto, durante o último mandato niguém ligou patavina ou faz algo a esse propósito.

2 – No final do ano passado um grupo de Cidadãos resolveu criar uma Confraria, par a partir daí começar um trabalho de promoção e qualificação do produto.

3 – A Câmara ao ter conhecimento deste movimento pensou que eventualmente poderia perder algum protagonismo e como de costume reagiu.

4 – Nesse sentido fez uma parceria com a Associação de Comerciantes, reuniu-se com alguns produtores de marmelada e começou a fazer um trabalho paralelo.

5 – Sabendo que estava em processo o registo de uma marca por parte da Confraria (Marmelada do Mosteiro de S. Dinis), avançou com o registo de mais uma marca (Marmelada Branca de Odivelas).

6 – Sabendo que a Confraria estava a trabalhar no sentido de certificar a Marmelada, a Câmara gastando para isso cerca de 7.000,00 euros, avançou com outro processo paralelo de certificação.

7 – Sabendo da data da cerimónia de Entronização dos Confrades, a Câmara utilizou uma loja sua no Odivelas Parque, abriu a Loja da Marmelada, e fez a apresentação uns dias antes do outro evento, para assim ganhar protagonismo, visibilidade e mediatismo.

8 – Por ultimo um dos Vereadores anunciou em Reunião de Câmara a constituição de uma nova Confraria, esta promovida por si próprio.

9 – Em Assembleia Municipal esse mesmo Vereador afirma que qualquer cidadão ou grupo de cidadão é livre de abrir uma confraria e que esta não teria qualquer custo para a Câmara, seria constituída com recursos pessoais.
Até pode ser, mas aqui, como é evidente, levantam-se várias questões, por exemplo: telefonemas para tratar destes assuntos; deslocações; apoio jurídico; a que horas são tratados estes assuntos; qual será a relação da marca entretanto registada com o apoio da Câmara, com esta confraria; etc.

10 – Detectámos que a Loja da Marmelada, já mencionada no ponto 7, a qual foi promovida pelo mesmo Vereador, o das Actividades Económicas, tem na génese do seu funcionamento uma enorme trapalhada (clique aqui para ver), a qual, caso não estivesse debaixo da alçada da Câmara, jamais poderia estar a funcionar nestas condições.

Para terminar, afirmo que é com grande tristeza que tanto eu, como o CDS-PP, constatamos a forma como os assuntos económicos estão a ser tratados em Odivelas e a falta de cuidado que há com um produto, o qual é sem sombra de dúvida um activo, que tem um enorme valor cultural e económico.



20/12/10

E a Assembleia Municipal chegou ao fim.

À quarta reunião foi de vez, a acabou a última Assembleia Municipal de 2010.

Embora houvessem dois pontos que poderiam gerar um debate mais aceso, O Protocolo de Delegação de Competências e o Mapa de Pessoal, a verdade, é que talvez por estarmos já em clima natalício tudo correu a uma apreciável velocidade.

Tanto num caso, como no outro, o CDS absteve-se.
No primeiro, porque não concordamos com o critério, ou a falta dele, e porque consideramos que dadas as circunstancias esta podia ser uma oportunidade para os alterar. Deixámos claro e parece que ninguém se opôs a que os relatórios trimestrais que justificam as transferências das verbas, da Câmara para as Juntas, venham a ser apresentados todos os trimestres tal como determina o artigo 16 deste protocolo.
No segundo caso, porque não concordamos com a Macro-Estrura, a qual começa logo por criar dois Directores Municipais, em consciência, nem que fosse só por isso não podíamos votá-lo a favor.

Ainda houve mais um ponto que poderíamos ter utilizado a abstenção ou mesmo o voto contra, o empréstimo a curto prazo, mas como entendemos que isso ia criar a impossibilidade de fazer pagamentos a entidades que já há muito deviam ter recebido, ….

19/12/10

Assembleia Municipal - Amanhã às 14.30h continua.

- Protocolo de Delegação de Competências nas Juntas de Freguesia;
- Mapa de Pessoal;
- Relatório de Actividades;
- Proposta para a autorização de Empréstimo a Curto Prazo;
- Proposta para a procedimento de aquisição de serviços de manutenção de diversos espaços verdes no Concelho de Odivelas;
- Regulamentos de Resíduos Higiene e Limpeza de Espaços Públicos - Proposta de Alteração.
- Regulamento de Prémio Municipal Beatriz Ângelo.

A escola abandonada (2)...

Há pouco de mais de um mês escrevi aqui sobre a Escola EB1 Chafariz d' El Rei na Póvoa Sto Adrião, cujas instalações se encontram abandonadas desde o encerramento da escola em 2009.
No dia 17/11/10, no Informalidades que decorreu na Póvoa, o Sr. Presidente da Junta confirmou que a escola iria dar lugar a uma Esquadra da PSP e que as obras começariam na semana seguinte... Pois é, passou um mês e obras nem vê-las, a menos que as mesmas sejam tão discretas que nem se dê por elas. Não há máquinas ou trabalhadores à vista...O comum habitante da Póvoa que passa em frente à escola todos os dias, pode apenas verificar que o matagal vai aumentando e lixo continua a acomular-se. Ontem, Sábado, por volta da hora de jantar havia uma luz acesa (não, não era a estrela de Natal)... Terão começado as obras ou seria mais uma visita dos seus habituais "visitantes"? Os habitantes da Póvoa Sto Adrião continuam a aguardar... Até lá, votos de um FELIZ NATAL e de um 2011 com uma nova Esquadra!

18/12/10

Paradigma à moda de Susana Amador!


"Odivelas tem metade da taxa de desemprego que há no país..... Odivelas é dos concelhos da zona metropolitana de Lisboa que tem dos mais baixos rendimentos per capita"

Perante estas expressãoes, as quais foram proferidas pela Drª Susana Amador (ontem na Assembleia Municipal), entendo que estamos perante um grande paradigama, não são desta opinião?

Coisas de socialistas.

Ontem na Assembleia Municipal.

Os socialistas mostraram-se muito contentes por estarem a prever a criação em 2011 de cerca de 200 postos de trabalho, uns na Educação outros na Acção Social.

Tanto uns como os outros não duvido que fazem falta, mas ambos, directa ou indirectamente, serão pagos por todos nós. Os da Acção Social tenho pena que sejam necessários, o que nós pretendemos é mesmo o inverso, que cada vez haja menos pessoas a necessitar de apoio social.

De novos postos de trabalho na economia real é que nem uma palavra.

A proposta que levávamos ficou na minha pasta.

Na preparação deste orçamento houve tratamentos diferentes, houve pessoas/bancadas que foram recebidas pela Sr.ª Presidente, outras que não. Nós, acredito que sem intenção, não o fomos, por isso a proposta que levámos ficou na minha pasta.

Foi pena, mas a seu tempo será apresentada em Assembleia Municipal.

O rescaldo do debate de ontem na A.M. (GOP's e Orçamento)



Discurso de hoje na Assembeia Municipal (Orçamento 2011)

Minhas Senhoras e Meus Senhores.

Diz um velho ditado: “ Mais vale prevenir, do que remediar”.

É isso mesmo, mais-valia ter-se prevenido, do que remediado. Os sinais do que aí vinha foram de facto muitos. Muitos de nós e eu próprio, por ventura já temos dificuldade em recordarmo-nos de anos sem crise.

Não vou mais longe, mas desde o tristemente célebre 11 de Setembro que se sentia que muita coisa iria ser diferente. Não me refiro só a questões de segurança, mas também a questões económicas e financeiras.

Isto é inegável, se dúvidas houvesse, desde 2008 ficou claro para todos. Não, desde Outubro quando rebentou a dita crise financeira, mas uns meses antes, em Junho, aquando de uma semi-crise petrolífera, a qual todos certamente se recordam. E desde Outubro desse mesmo ano, aí sim, aquando da dita crise financeira, todos, sabem o que se tem vindo a passar e todos temos conhecimento dos vários alertas que têm sido dados.

A tudo isto, ao longo dos últimos anos os responsáveis pela gestão deste executivo fizeram ouvidos de mercador, vejamos:

- As despesas de investimento em obras faraónicas para as nossas possibilidades, foram-se sucedendo;

- O aumento das despesas com a manutenção destas obras também subiu, como é evidente;

- Verbas gastas por projectos mal feitos, obras mal acompanhadas e mal fiscalizadas, são as que já temos vindo abordar;

- Verbas gastas em rubricas cuja utilidade é altamente questionável também as há e muitas;

- A falta de uma estratégia na gestão do município tem sido evidente;

- A gestão por reacção ou por impulsos, aos acontecimentos e aos calendários eleitorais, têm tido custos elevadíssimos;

- A falta de capacidade para prever os acontecimentos, ou a falta de coragem política para reagir antecipadamente, também têm sido as que conhecemos.


No que a este orçamento diz respeito, considerando o que logo no inicio referi – “Mais vale prevenir, que remediar” e lamentando, que não se tenha feito nem uma coisa nem outra, que agora nos deparamos com um orçamento de urgência. O qual, quase pode ser retratado num outro dito popular:

“casa roubada, trancas na porta”


É sem espanto, face ao que atrás expusemos, que olhamos para este orçamento, o qual é severo em algumas áreas e que mais uma vez é elaborado como reacção aos acontecimentos, “perto de ser de ser considerado tecnicamente falido”, com reconheceu há dias a Sr.ª Presidente da Câmara.

Tudo isto fruto de anos de má gestão municipal, em que no nosso entendimento não foram tomadas as melhores opções.

Lamentando que o nosso tempo para intervir sobre este assunto não seja mais extenso, pois haveria várias rubricas para particularizar, mas queremos deixar aqui uma nota de particular preocupação.

As Opções do Plano e o Orçamento hoje apresentado esquecem-se de apontar um caminho para o desenvolvimento económico do Concelho, esquecem os nossos empresários e os nossos comerciantes.

Pois, não estão nestes documentos destinadas verbas significativas, nem está referenciado qualquer esforço ou estratégia neste sentido e sem que algo de sério seja feito neste sentido, Odivelas não terá qualquer hipótese de fugir ao paradigma em que se encontra.

Fala-se em apoio social, é evidente que é necessário e terá que ser prioritário.

Mas atenção, a nossa maior preocupação, no que se refere ao apoio social, terá sempre que ser - na busca de soluções para a manutenção dos postos de trabalho existentes e para a criação de novos e mais postos de trabalho.

É por isso que falamos na necessidade do nosso Concelho se afirmar sobre o ponto de vista económico.

17/12/10

Orçamento Municipal de Odivelas foi aprovado.


Foi aprovado hoje em Assembleia Municipal, após uma discussão que demorou cerca de quatro horas, as Grandes Opções do Plano e Orçamento Municipal para o ano de 2011.

PS, PSD, PPM e MPT votaram contra, CDU e BE votaram contra e o CDS optou pela abstenção.

Embora posteriormente venha a acrescentar algo mais sobre este assunto, ele merece-o, e venha a ser publicada uma entrevista que dei a esse respeito, deixo aqui a nossa declaração de voto.



Declaração de Voto.
(G.O.P.'s e Orçamento 2011)

- Porque este orçamento indica que vão haver cortes nas despesas, o que é fundamental;
- Porque o orçamento vale o que vale e o que conta é a capacidade para o executar;
- Porque em termos de opções estratégicas teríamos optado pelo desenvolvimento económico como medida de optimização para combater grande parte dos actuais problemas sociais;
- Porque estas eram as nossas opções como ficou expresso nas nossas intervenções, mas entendemos que a responsabilidade politica dessas opções devem ser de quem exerce o poder, neste caso o P.S. e o P.S.D.;

Foi por isso que em consciência o CDS-PP se absteve.

Odivelas: Assembleia Municipal hoje continua.


Depois de já terem havido duas reuniões desta Assembleia Municipal, a primeira dominada pelo P.A.O.D. e a segunda pela Situação Financeira e Actividade do Município, hoje continuamos. Para além da discussão e votação, logo a abrir, das Grandes Opções do Plano e do Orçamento para 2011, ainda teremos:

- Protocolo de Delegação de Competências nas Juntas de Freguesia;
- Mapa de Pessoal;
- Relatório de Actividades;
- Proposta para a autorização de Empréstimo a Curto Prazo;
- Proposta para a procedimento de aquisição de serviços de manutenção de diversos espaços verdes no Concelho de Odivelas;
- Regulamentos de Resíduos Higiene e Limpeza de Espaços Públicos - Proposta de Alteração.
- Regulamento de Prémio Municipal Beatriz Ângelo.

Como hoje não vai haver tempo para discutir tudo isto, continuamos na próxima segunda-feira às 14,30h.

Município de Odivelas tecnicamente falido?


Disse a Sr.ª Presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Dr.ª Susana Amador, que um município, em que o prazo médio de pagamento a fornecedores ultrapasse os 180 dias, é considerado tecnicamente falido e que se assim for ficará sujeito a um plano de recuperação financeira.

Assim, face ao exposto, convido-o a fazer as contas, tem os elementos que eu penso necessários para tal, no ponto 2 e 3 deste post.

Situação Financeira e Actividade do Município de Odivelas.


Este foi o primeiro ponto da ordem de trabalho da reunião de ontem da Assembleia Municipal, da intervenção do C.D.S. há a reter:

1º) A situação líquida de tesouraria do Município de Odivelas agravou-se em 6%. no período de 5 meses (31 de Maio a 31 de Outubro).

2º) A divida a fornecedores, a qual se situava a 31 de Outubro em 23,1 ME, subiu nos últimos cinco meses, desde Maio aumentou 9,3%.

3º) Os prazos de pagamento a fornecedores ultrapassaram tudo o que se possa considerar razoável e aceitável, sendo que 63% do total da dívida, 14.508 ME reapresentam facturas por liquidar há mais de seis meses (180 dias). Destes, 7,7 ME ultrapassam os 12 meses.

Orçamento Municipal de Odivelas - Hoje na A.Municipal debate e votação


Será debatido hoje, a partir das 14,30h. na Assembleia Municipal de Odivelas as Grandes Opções do Plano e o Orçamento de 2011.

A posição do CDS-PP sobre este assunto só será conhecida dada a conhecer amanhã durante o debate, o mais tardar na hora da votação.

Esta reunião é pública, por isso se quiser assistir, só tem que se dirigir à Quinta da Memória.

Dias ocupados!


De facto, tanto os meus dias, como os da Dr.ª Mariana Cascais, têm sido ocupadissimos, são reuniões, umas atrás das outras, para além de centenas de documentos/papeis para analisar e estudar.

Para que tenham ideia, ontem à tarde tive duas Comissões, à noite ainda estive no Olival onde participei no Informalidades (resumo) e depois disso fiquei até às 6.00 AM a preparar a Assembleia Municipal desta tarde (quinta-feira), a qual continua hoje (sexta) e que provavelmente só terminará na próxima segunda-feira.

Como der costume daremos toda a informação logo que nos seja possível.

Xara-Brasil - Rescaldo do último PAOD (C.Saúde de Famões)



14/12/10

Odivelas: Mariana Cascais apresentou a proposta do CDS.


Nas imagens deste vídeo poderá ver à apresentação da Proposta do CDS/PP com vista à reparação das acessibilidades ao Centro de Saúde de Famões, assim como a reacção do Presidente da Junta de Freguesia à mesma. Esta proposta foi aprovada com os votos favoráveis do CDS, MPT, CDU e BE, os restantes partidos, PS, PSD e PPM optaram pela abstenção.

Este é um assunto que já defendemos desde 2005.



Nota: As imagens deste vídeo são uma compliação de imagens do CDS com imagens da Odivelas TV

Odivelas: Xara-Brasil e o último P.A.O.D..



Odivelas: Intervenção de Xara Brasil no P.A.O.D.


Assembleia Municipal de Odivelas

(12 - 12 - 2010)



Imagens: Odivelas Tv

A preparar a Assembleia Municipal.


Estão marcadas para dia 16,17 e 20 deste mês, mais 3 reuniões da Assembleia Municipal de Odivelas.

O P.A.O.D. (Período Antes da Ordem do Dia), tal como demos conta, já se realizou no passado dia 12, nele colocámos várias questões ao executivo e fizemos uma proposta com vista à requalificação das acessibilidades ao Centro de Saúde de Famões, a qual foi aprovada. Agora vêm mais 12 pontos, entre eles as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2011.

Recebi agora a documentação referente a vários destes pontos, pelo que já tenho muito com que me "entreter".

O trabalho desta manhã.

Estive esta manhã, em conjunto com alguns elementos da equipe que comigo trabalham, a preparar um trabalho sobre a última reunião da Assembleia Municipal, aguardo a todo o momento que este trabalho esteja concluído para que possa ser publicado.

Amanhã à noite estarei:

13/12/10

O trabalho do CDS na imprensa local.


O trabalho que o CDS-PP tem vindo a desenvolver em Odivelas continua a ser destacado na imprensa local, desta vez as atenções foram para as intervenções de Mariana Cascais e de Xara-Brasil na Assembleia Municipal.
As questões levantadas no último P.A.O.D., as quais na sua grande maioria ficaram sem resposta, nomeadamente todas as relacionadas com a saúde e com a perspectiva de retorno quanto ao investimento na promoção da marmelada, estão evidenciadas tanto no Diário de Odivelas, como no odivelas.com, neste último com imagens de video.

As imagens reproduzidas no odivelas.com são esclarecedoras quanto à falta de resposta por parte do executivo às questões levantadas, como sobretudo relevam uma enorme falta de senso e até de seriedade por parte do Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Famões.

10/12/10

Mais um filme em preparação.


Depois de já termos feito dois pequenos filmes (um sobre o Comércio Local e outro sobre o Centro de Saúde de Famões) para demonstrar algumas lacunas que há no Concelho, entendi, porque houve respostas que não nos foram dadas hoje no P.A.O.D. editar mais um.

Estará disponível muito em breve, esteja atento.

Assembleia Municipal desta tarde - Uma nota.


Aquando da apresentação da proposta com vista à requalificação do Centro de Saúde de Famões, a qual foi aprovada, só houve uma reacção, a do Presidente da Junta de Freguesia de Famões. Devo dizer que nem sequer retorqui, entendi que não o devia fazer, mas aguardo com expectativa para ver se a mesma será publicada em algum órgão de comunicação social, é que a população merece vê-la.


Odivelas:Assembleia Municipal desta tarde (P.A.O.D.)

Começou hoje mais uma Assembleia Municipal em Odivelas, sem a Presidente estar presente o que infelizmente nos últimos tem acontecido com alguma frequência, tivemos o Dr. Mário Máximo no seu lugar o que obviamente, por diversas razões não é a mesma coisa, mas …
Vá lá que desta vez não tive que ouvir que tinha sido deselegante por ter falado sem a Presidente estar presente.

Aqui fica o resumo da minha intervenção no P.A.O.D. e a resposta que foram dadas às questões que levantámos.

1 - Que nos seja respondido com a maior brevidade possível ao requerimento que fizemos na última A.M. e que está relacionado com os custos e obrigações relacionados com a construção do Pavilhão Multiusos e Escola dos Apréstimos.
(resposta parcial)

2.
2.a) O que é que se está a passar ao certo com os médicos, quantos vão para a Ramada e de onde vão sair?
(não respondida)

2.b) Já ouvimos dizer que de Famões foram transferidos 2, de Odivelas mais uns quantos e por isso gostaríamos que nos fosse esplanada toda a situação.
(não respondida)

2.c) Já agora, quantas pessoas estão se médico de família e o que é que está a ser feito para minimizar esta situação?
(não respondida)

3º)
Gostaríamos de saudar a Câmara pelo esforço que fez para o relançamento da marmelada, a ideia da loja e de aí juntar os produtores foi positiva, a loja estava agradável e as embalagens, embora necessitem de algumas rectificações, também têm um design gourmet.

Não obstante este facto e porque o entendemos que este executivo não iria nunca avançar com este projecto, nas actual situação económica e financeira do município, sem que tenha feito um estudo económico perguntamos:

3.a) Qual foi o custo do design da marca, das embalagens e da loja;
(2.500,00)

b) Quais os custos de produção do material (decoração e embalagens);
(o,o)

c) Quem pagou as embalagens que todos os marmeleiros têm neste momento;
(os produtores)

d) Qual o retorno calculado para o município com esta iniciativa e através de que rubricas?
(não respondida)


4º) "O nosso município precisa de todos, não uns contra os outros, mas uns com os outros, para que seja possível encontrar todas as sinergias necessárias ao desenvolvimento deste concelho.
Que este aniversário reforce em todos nós a responsabilidade social, individual e colectiva, e que isso signifique um compromisso com a melhoria da vida das pessoas, num combate diário contra a pobreza, que não pode ser uma inevitabilidade.”

Estas foram as palavras com que a Sr.ª Presidente da Câmara terminou o seu discurso na Sessão Solene do XXII aniversário.

Porém, logo de seguida, passados poucos dias ouvimos um dos Vereadores deste executivo a anunciar a constituição de mais uma confraria da marmelada.

Sendo assim, querendo nós acreditar que a presidente da Câmara Municipal de Odivelas, numa Sessão Solene desta importância, não iria utilizar as suas palavras em vão ou de forma não sentida e sabendo nós que tinha sido convidada para ser confrade da confraria já existente, só nos resta questionar se algum vereador estava distraído ou
qual é o conceito que a Sr.ª Presidente tem de: uns com os outros.

(a única resposta foi que só há uma marmelada, a branca e mais nenhuma, quanto ao resto …)

Jantar de Natal do CDS-PP (Lisboa)

Decorreu hoje no restaurante da FIL (Junqueira) em Lisboa o tradicional Jantar de Natal da Concelhia de Lisboa. Numa casa cheia e com ambiente fantástico, Odivelas também marcou presença.

O facto do CDS não ter defraudado as expectativas do eleitorado que conseguiu conquistar nas últimas eleições muito tem contribuído para esta onda.

09/12/10

Centro de Saúde de Famões - Proposta do CDS-PP foi aprovada.


A proposta que o CDS-PP apresentou hoje em Assembleia Municipal, para que se faça um estudo para a requalificação das acessibilidades a este Centro de Saúde foi aprovada com os votos favoráveis do CDS, MPT, CDU e BE, tendo-se verificado a abstenção do PPM, PS e PSD.

Centro de Saúde de Famões - Proposta do CDS


Coloco aqui cópia da proposta que o CDS/PP apresentou hoje na A.M. de Odivelas com vista à requalificação das acessibilidades ao Centro de Saúde de Famões.

Proposta de Recomendação
Reparação das acessibilidades ao Centro de Saúde de Famões.

Tendo nós conhecimento que muitos dos utentes dos Centros de Saúde têm uma idade avançada, que por vezes são pessoas que estão debilitados por algum problema de saúde, que muitas vezes são pessoas com dificuldades de locomoção e até sem capacidade para se movimentarem de forma autónoma; e tendo também conhecimento que o trajecto da paragem da camioneta para o Centro de Saúde Famões é feito por através de um passeio estreito, em mau estado de conservação, com vários obstáculos difíceis de ultrapassar, que o piso é escorregadio e com uma inclinação acentuada vem esta Assembleia Municipal, até porque já ali ocorreram acidentes que provocaram ferimentos, recomendar:

Que se estude e avalie a possibilidade de alargar um dos passeios, que aí sejam eliminados todos obstáculos existentes e colocado um piso anti-derrapante assim como corrimões de apoio.

Odivelas, 9 Dezembro, de 2010

CDS/PP - Agenda de Hoje.

14.30h - Assembleia Municipal.
20.00h- Jantar de Natal (FIL - Lisboa).

Odivelas: Judiciária investiga obras municipais.

No programa onde participo semanalmente, o Informalidades, a questão do Odivelas Viva foi amplamente falada na altura das últimas eleições autárquicas; também já referi o montante que a Câmara está obrigada a pagar durante os próximos 25 anos por duas obras (Pavilhão Municipal e Escola dos Apréstimos), nada menos que 140.000,00/euros por mê; na última Assembleia Municipal o CDS/PP fez um requerimento à Câmara sobre este assunto, o qual ainda não foi respondido e ontem o Jornal I trás a lume esta questão em termos nada abonatórios, ora veja:

"O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Coimbra tem em mãos uma queixa relativa à empresa MRG - Engenharia e Construção S.A por alegada utilização irregular de dinheiros públicos em negócios que mantém com diversas autarquias no país.

A queixa refere, entre outros exemplos
, Parcerias Público-Privadas (PPP) com as câmaras de Oeiras, Odivelas e Alcobaça, com obras no valor de 36 milhões de euros, mas com uma facturação associada de 83 milhões. Uma diferença de cerca de 46 milhões de euros pagos, segundo a queixa, com intervenção injustificada de entidades públicas. O documento que está, ao que o i apurou, nas mãos da Polícia Judiciária de Coimbra, já conta um número de processo atribuído.

……

No caso da PPP Odivelas Viva, que envolve a construção de uma escola e um pavilhão desportivo, a queixa refere que o custo das obras se situou nos 7,5 milhões de euros, mas a facturação atingiu os 18,3 milhões. Todavia a autarquia liderada por Susana Amador disse ao i que "o assunto foi encaminhado para o vereador Paulo César Teixeira". Mas, apesar de se disponibilizarem para explicar, "não foi possível dar a resposta no prazo solicitado".

Veja aqui a noticia completa.

Paulo Portas esteve em Odivelas.

O líder do CDS-PP esteve esta noite em Odivelas, não numa acção politica, mas para a apresentação pública do livro de Paulo Aido, “A Confidente de Sá Carneiro”.

Numa apresentação decorreu de forma bastante informal, a qual foi unanimemente elogiada, foi curioso ouvir Paulo Portas falar do livro, mas também da relação que teve com Sá Carneiro e do tempo em que militou no PPD/PSD.

Desapercebida também não passou a enorme popularidade que tem em Odivelas, as solicitações para o cumprimentarem, para falarem com ele e para lhe pedirem autógrafos, foram mais que muitas.

08/12/10


Os comportamentos de agressividade protoganizado pelas nossas crianças, está piorando de dia para dia.


Segundo o Público de 8 de Dezembro de 2010, um profissional de saúde, coordenador da unidade de pedopsiquiatria do Hospital Garcia de Hora, onde são acompanhados mil doentes por ano, considera que "hoje as crianças têm mais comportamentos agressivos e reflectem o ambiente de crise vivido pelas famílias".

Não é novidade e isso já se vem verificando há anos. Os alertas e as denúncias têm sido feitas por algumas associações de pais, por professores e por mais pessoas ligadas ao ambiente escolar, quer pela sua profissão, quer por serem encarregados de educação de crianças em idade escolar.
A grande questão não é o dar-mo-nos conta da existência do problema. O cerne do problema é este facto que agora, mais uma vez, é descrito, não ter eco nos organismos competentes, nomeadamente no Ministério da Educação e nos Ministros/as que por lá têm passado que, teimosamente, continuam a não quererem encarar o problema de frente com a urgência necessária, pelo que, se continua a verificar um contínuo agravamento da situação.
Não sei do que se está á espera para se tomarem as medidas pertinentes. Provávelmente estamos á espera que os nossos filhos se tornem pequenos assassinos e elementos de gangs juvenis - como já vai acontecendo - para que se comece a fazer alguma coisa.
O facto deste profissional de saúde, ligado á área da pedopsiquiatria, levantar o problema, só vem reforçar aquilo que eu próprio há anos venho referindo e alertando.

Por outro lado, a destruição sistemática e contínua que o PS com a sua ideologia anti-família, tem vindo a fazer á célula familiar, com o retirar de diversos apoios ás famílias em geral, casamentos gays, liberalização de abôrtos a pedido, sem contar com o efeito destruidor que a exploração do homem pelo homem faz, obrigando o casal a ter que se desdobrar em sacrifícios e ao consequente abandono dos seus próprios filhos, devido ao número de horas as que ambos os pais são obrigados a estarem fora do seio familiar e, não poucas vezes, sujeitos a mais que um emprego, para conseguirem, ainda que modestamente, a subsistência da sua família, vem ajudar no mau sentido, ao que atrás foi referido no que respeita ás nossas crianças.

Se esta é a idéia de sociedade que o PS quer nos dias de hoje, com as consequentes agravantes no futuro, não pode continuar a Governar este País por mais tempo. É urgente mudarmos estas políticas e inverter o caminho para o abismo, não só no contexto económico, que é importante e factor de graves problemas sociais, mas também no contexto familiar, que é a base estrutural da nossa sociedade.

Armindo Cardoso

07/12/10

Teresa Caeiro e Telmo Correia de novo em Odivelas.


Hoje tivemos mais uma vez a colaboração de Teresa Caeiro e de Telmo Correia no trabalho que estamos a desenvolver em Odivelas.

Começámos por tomar um café na Pastelaria D. Dinis onde tivemos uma pequena reunião de trabalho, ao que se seguiram algumas visitas institucionais.


Em nome de todos os que me acompanharam quero agradecer a forma simpática como nos receberam e enaltecer o trabalho fantástico que é feito pelas pessoas das instituições que visitámos.


Odivelas: Paulo Portas apresenta "A Confidente de Sá Carneiro"


Conceição Monteiro,
Paulo Aido e Zebra Publicações
têm o prazer de convidar
para o lançamento de
A CONFIDENTE
DE SÁ CARNEIRO,
a realizar no dia 8 de Dezembro, pelas 18 horas,
no Restaurante Forno da Cidade, em Odivelas.
A apresentação estará a cargo de
Paulo Portas.


06/12/10

Portugal e a Marmelada ou «A Tale of Two Seas»

Viva!
Como não recebo, normalmente, grande resposta daquilo que escrevo neste blog, permito-me discorrer um pouco sobre o título que escolhi. Celebrizada, julgo eu por uma história catequizante do Bruce Barton nos anos sessenta, a expressão «a tale of two seas» tornou-se lugar-comum quando se tenta correlacionar eventos em dimensões não-correlacionáveis. Exemplo disso é o projecto de escavação arqueológica em Vale de Boi, Vila do Bispo, liderada pelo Professor Nuno Bicho (merece o negrito!), «A tale of two seas: Upper Paleolithic ecology in Vale Boi, southwestern Algarve», em que tive a honra de participar na campanha de 2009.
Mas, falando de marmelada, temos a situação monty pytonesca de Odivelas: a tale of two marmelades... (Fica giro se for dito com sotaque à Lauro Dérmio!)
Será que uma é a marmelada do poder e a outra é a marmelada da oposição? E porquê duas confrarias de um produto tradicional que tem por base um fruto, nomeadamente o marmelo que, vivendo em Odivelas desde os meus quatro anitos, não tenho memória de ver no Concelho árvore que o desse, nomeadamente o marmeleiro? Não será isto um pouco como o Pata Negra de Barrancos, feito com pernas de porco morto em Espanha? Ou as migas de espargos importados do Perú? Ou aqueles restaurantes que têm um vinho da casa "mesmo bom!" que é «mistura de vinhos provenientes de diferentes países da UE»?
Será que a antiga confraria era um contra-poder, apegada ao status quo, imobilista e reaccionária? E a nova confraria é revolucionária, chavista, "poder ao povo"? Será que há marmelos PS e marmelos PSD? Mas, julgo eu, na marmelada como na economia, o objecto de disputa e cobiça é o mesmo: o marmelo ou o dinheiro, indiferente a quem o reclama...
O que me parece é que o pobre fruto está a ser vítima do mesmo que a pobre classe trabalhadora deste país. Todos a disputam para o mesmo fim: com sorte, no final, sobra o caroço!
E como de marmelos também é feita a nossa politiquice, a César o que é de César e Sócrates só sabe que nada sabe... E se calhar, nem isso! Mais uma vez, duas confrarias da marmelada, não branca mas rosa, que se desentendem. Uma história de dois mares em que, por navegar sem timoneiro, a nau há-de bater na rocha e o mexilhão somos nós!
Finalizando, para não maçar o pobre leitor que, pelo navegar desta nau desgovernada, quando acabar de ler este singelo texto estará ainda mais pobre que há dois minutos atrás, em vez de celebrar o Dia da Floresta Autóctone com a plantação de uma oliveira centenária na Ribeirada, porque razão não plantou a nossa Presidente um marmeleiro junto aos Paços do Concelho? Terá sido por receio de em 2013 levar uma vergastada com um pau da dita árvore?
Cumprimentos!
António Gaito

Rui Ribeiro - Aí está!


Tal como eu havia noticiado e saudado, Rui Ribeiro está de volta ao debate em Odivelas. O seu primeiro texto, "O Mea Culpa, o Volte Face ou a Estocada Final", já está publicado no Odivelas.com, para o ler basta clicar aqui.

Odivelas: Parque Maria Lamas de novo em obras.

O parque Maria Lamas foi há pouco mais de um ano, mais precisamente no último período eleitoral, alvo de uma grande intervenção, hoje está de novo, tal como demonstra a imagem, a ser reparado.

Já foi assim com o Jardim da Música, com o Jardim da Ribeirada, com o Caníl, está a ser asssim com Centro de Exposições de Odivelas e com a Escola Barbosa du Bocage, isto só para dar alguns exemplos. Como tal, a questão que se coloca é a seguinte:

Os problemas finaceiros que este municipio está a atravessar derivam só da conjuntura económico-finaceira internacional e nacional ou estarão também relacionados com actos de má gestão autárquica?

Xara-Brasil sobre o Orçamento Municipal 2011




Teresa Caeiro amanhã em Odivelas.


Teresa Caeiro estará amanhã mais uma vez em Odivelas, às 9.30h. tomará o pequeno almoço na Pastelaria D. Dinis, depois terá uma reunião de trabalho com a concelhia local e de seguida fará duas visitas institucionais.

04/12/10

O meu testemunho de Amaro da Costa.

Faz o hoje 30 anos que morreu ou que foi morto, como preferirem, um dos maiores políticos que Portugal teve a seguir ao 25 de Abril.

Tive o grato privilégio de o ter conhecido pessoalmente, embora na altura eu ainda fosse uma criança, não esqueço de algumas das suas características.

Para além de o ter visto em comícios e na televisão, tive a oportunidade de o ver algumas vezes no Caldas e de ter estado com ele várias vezes na praia do Guincho.

Do Caldas recordo a boa disposição contagiante, mesmo em algumas situações mais delicadas, quando todos estavam preocupados e por vezes com receio do ambiente que na altura se vivia, era sempre ele que aparecia com o um notável sentido de humor a descontrair e a fazer rir todos os que lá se encontravam.


O Guincho, nos Verões de 76 e 77, logo a seguir ao Verão quente de 75 era a praia onde se banhavam muitos dos mais conhecidos políticos da época, nomeadamente do CDS e do PPD.

Era comum estar na praia, em simultâneo, uns ao lado dos outros e muitas vezes juntos, vários dirigentes destes partidos. Aliás, estou convencido que muito do espírito e da génese da AD foi ali construído.

De toda esta gente e mais alguns que não eram políticos, mas que também por lá andavam, tenho a ideia que daquela geração, Amaro da Costa, embora adorasse brincar connosco, era dos poucos, ou mesmo o único que ainda não tinha filhos.

Nessa praia não era comum aparecer muita gente de esquerda, era mesmo apelidada como a praia dos reaccionários e dos fascistas. Porém, havia um, talvez o mais louco de todos os comunistas da época, que lá aparecia com frequência, nada mais, nada menos que o camarada Vasco Gonçalves.

O camarada Vasco, como era conhecido, tinha por hábito chegar à praia e sentar-se, abrigado do sol e do vento, debaixo de um toldo que alugava, a ler o Diário. Nós, eu e outros da minha idade, chavalitos dos 8 aos 12 anos, não encontrávamos nada melhor para fazer, que chatear a cabeça ao homem, cercávamos a sua barraca e durante horas seguidas, cantávamos uma música estúpida e irritante (sempre a mesma), a qual ainda hoje me lembro.

Os nossos pais estavam permanentemente, uns por receio de retaliações, outros por vergonha, a chamarem-nos, a zangarem-se e a dizerem-nos para pararmos com aquilo. Apenas Amaro da Costa, o tio Adelino como lhe chamávamos, não nos dizia nada, pelo contrário ria-se e dizia aos nossos pais: não ensinem os vossos filhos a ter medo das comunas.

São recordações que ilustram duas grandes qualidades que desde cedo percebi que Amaro da Costa possuía, um elevado sentido de humor e uma enorme coragem.

Mais tarde, depois de ler algumas coisas a seu respeito e de ter ouvido outras tantas, apercebi-me que era um homem com uma enorme inteligência, determinado e um grande estratega.

BEM-HAJA!



Nota: Parece-me que é justo mencionar que em todas as vezes que cercámos a “barraca” de Vasco Gonçalves e que o incomodámos, nunca ele teve qualquer gesto ou sinal menos simpático para connosco.

Adelino Amaro da Costa 1943-1980



03/12/10

Inauguração da Sala Adelino Amaro da Costa.


SALA
ADELINO AMARO DA COSTA
3/12/2010





Adelino Amaro da Costa, História de Uma Vida Interrompida.


Largo do Caldas

13/12/2010

Amaro da Costa - Apresentação do livro.



Será apresentada hoje à tarde (18.00h.), no Largo do Caldas, a Biografia de Adelino Amaro da Costa, a qual foi escrita pela sua irmã Maria do Rosário Carneiro.

Simultâneamente será inaugurada um sala com o seu nome.

A apresentação do livro estará a Cargo de Ribeiro e Castro.

Eu lá estarei!

02/12/10

Centro de Saúde de Famões - O acesso é assim.

uns dias afirmei, que apesar de estar há pelo menos cinco anos a lutar pela requalificação das acessibilidades ao Centro de Saúde de Famões, não iria desistir dessa causa.

Com este filme pretendemos sensibilizar de forma mais evidente os rersponsáveis autárquicos deste Concelho e dar a conhecer a toda população de Odivelas a dimensão deste problema.



Odivelas: Orçamento 2011.

Tive hoje conhecimento, numa reunião nos Paços do Concelho, onde a Dr.ª Susana Amador esteve presente, conhecimento da Grandes Opções do Plano para 2011 e das linhas mestras sobre a qual está a ser elaborado o orçamento de 2011.

Sobre este documento não me vou prenunciar antes que ele seja por nós recepcionado e devidamente analisado, contudo, pelo que nos foi dado a conhecer, foi com tristeza que constatei que mais uma vez demoraram, muito, muito tempo a darem-nos razão.

01/12/10

Portugal está “insolvente” e terá de pedir ajuda, diz o Citigroup - Economia - PUBLICO.PT

Sabemos que as asneiradas foram muitas, que a incompetência foi para além do admissível, que provávelmente ninguém irá sentar-se nos banco dos réus, mas estão todos desejando que Portugal se afunde mesmo, e quanto mais depressa melhor. Afinal quem é que vai lucrar com isso? Óbviamento o sistema financeiro, o mesmo que provocou a crise e que foi ajudado pelos diversos Estados com a injecção de muitos milhões, biliões de euros e dollars dos impostos pagos pelos cidadãos, aos quais agora se lhes continua a pedir que paguem a crise. Cambada de ladrões é o que são.

Armindo Cardoso
Assassinato da 1ª mulher chefe de polícia no México.

Lembro-me de quando foi dada a notícia da sua nomeação, ter dito que não ia durar muito tempo até que fosse assassinada. Infelizmente tive razão. Isto é o que acontece quando um Estado deixa o crime evoluir sem controle. Quando se lhe quer pôr termo, tem-se que fazer como no Rio de Janeiro. Oxalá aqui em Portugal não cheguemos a estes extremos por falta de vontade política e incompetência do MAI. Mas com a falta de cursos para entrada de novos polícias, com a forma como as nossas leis penais encaram o criminoso, com todas as benesses que são dadas nas prisões aos criminosos de crimes violentos, á deficiente educação a começar nas primárias e a outras políticas pouco adequadas a uma boa segurança - falta de policiamento de proximidade, poucas viaturas em condições, falta de coletes á prova de bala, boas armas, etc. -, parece-me que caminhamos a passos largos para vivermos tempos idênticos aos do Brasil, México e outros.

Armindo Cardoso

Algumas notas sobre este blogue.

Este blogue esteve parado durante algum tempo, de Novembro de 2007 a Março de 2010.

Entendemos que esta seria uma ferramenta que deveria ser utilizada para dar conhecimento do trabalho desenvolvido, das propostas e das actividades que desenvolvemos no CDS, sobretudo a nível local.

Com algum esforço, com alguma persistência e com a ajuda do facebook conseguimos dinamiza-lo e aos poucos e poucos vamos tendo cada vez mais visitas e pessoas a manifestarem o seu agrado.

Gosto = 615
Posts Publicados = 246

Visitas:
Março - 115
Abril - 217
Maio – 115 (Eleições na Concelhia - Quase não foi utilizado)
Junho – 320
Julho – 396
Agosto – 216 (Férias)
Setembro – 602
Outubro – 625
Novembro - 690

Nº de Posts Vistos = cerca de 6.000.

30/11/10

Agenda Provisória do CDS-PP Odivelas

Dia 1
19.00 h.
Xara-Brasil e Armindo Cardoso estarão em Lisboa (Livraria Bertrand/Picoas Plaza) na apresentação do livro do Vereador Paulo Aido, “A Confidente de Sá Carneiro”

22.00 h.
Informalidades (NO TV)
Xara-Brasil marcará presença neste programa, o qual esta semana se realizará no Instalações dos Bombeiros Voluntários da Pontinha.

Fórmula Resolvente (Odivelas TV)
André Carreira estará neste programa sobre politica o qual tem transmissão em directo.


DIA 2
9.30 h.
Mariana Cascais e Xara Brasil estarão na reunião das Comissões do Poder Local e das Actividades Economicas, as quais têm uma audiência conjunta com a Dr.ª Susana Amador.

14.00 h.
Lançamento do Vídeo – Acessibilidades ao Centro de Saúde de Famões.


DIA 3
18.00h
.
Apresentação da Biografia de Adelino Amaro da Costa e inauguração da Sala com o seu nome, na Sede Nacional do CDS-PP – Largo do Caldas.

18.30h.
Audiência com a Sr.ª
Presidente da Câmara ao abrigo do Estatuto do Direito de Oposição.


DIA 4
Evocação da Memória de Sá Carneiro e Amaro da Costa.
17.00h.
Missa na Basílica da Estrela.
19.00h.
Sessão Pública na Universidade Católica.


Dia 6
16.00h.
Reunião com Deputados do CDS-PP na Assembleia da República.


Dia 7
9.30 – 12.30h.
Visita da Deputada Teresa Caeiro a Odivelas.
Reunião de Trabalho e visita institucional.

Dia 8
18.00 h.

Presença do Dr. Paulo Portas a Odivelas.

Dia 9
14.30 h.

Assembleia Municipal

20.00
Jantar de Natal do CDS-PP Odivelas.


Rui Ribeiro regressa ao debate.

Rui Ribeiro está de regresso ao debate político no Concelho, a partir de agora terá uma coluna no Odivelas.com.

Recordo que Rui Ribeiro foi Presidente da Concelhia do CDS-PP em Odivelas (2005 e 2007), Deputado Municipal (2001-2005) e em 2009 ficou a poucos votos de ser eleito Deputado pelo Distrito de Lisboa.

Estou certo que a sua opinião servirá para enriquecer o debate em Odivelas, para reforçar os nossos valores, os nossos princípios e as politicas que defendemos.

Bem-vindo!

29/11/10

Pontinha: Executivo da Junta recua com iluminação de Natal.


Depois do CDS-PP ter proposto em Assembleia de Freguesia que na elaboração do Orçamento de 2011 a verba destinada à iluminação de Natal revertesse, pelo facto de não dar retorno, a favor de acções de solidariedade social e da mesma ter sido chumbada pelo PS, PSD e CDU, deparámo-nos hoje com este comunicado, o qual, no nosso entender, não deixa de ser lacónico.

Odivelas: Vereador Mário Máximo sem capacidade para criar Desígnios Municipais.

Xara Brasil, na passada quarta-feira, no programa Informalidades e hoje num post colocado no Odivelas Um Rumo, afirma que Mário Máximo não tem capacidade para promover uma comunhão de vontades em Odivelas capazes de criar consensos e gerar sinergias, tal como a Dr.ª Susana Amador apelou na parte final do discurso que proferiu na Sessão Solene do 12ºAniversário do Município.

Para comprovar este seu raciocínio, Xara Brasil, deu como exemplo todo o processo que envolve a questão da marmelada, onde o Dr. Mário Máximo, em vez de tentar criar sinergias, criou uma nova marca e uma nova confraria.

Assim sendo, se o apelo da Dr.ª Susana Amador tiver sido feito de forma sentida e séria, se essa for a sua directiva e a politica que no seu entender deve ser seguida, então, segundo Xara Brasil, a partir deste momento só há uma solução - remodelar o executivo.

Jantar de Natal da Concelhia de Lisboa do CDS e da JP


O Tradicional Jantar de Natal do CDS-PP, organizado pela Concelhia de Lisboa e pela J.P., que normalmente se realiza no Restaurante da antiga FIL de Lisboa - Centro de Congressos FIL, já tem data marcada, será no próximo dia 9 às 20.00h.

Quem quiser marcar presença deverá confirmar para:

Telefones: 218814748 / 912588657
E-mail: lisboa@cds.ptr ou cdsodivelas@gmail.com

Paulo Portas - A propósito da recolha efectauda pelo Banco Alimenta:

O país real tem mais consciência social do que o país político!

27/11/10

Centro de Saúde de Famões: Não desisto.


Há mais de 5 anos escrevi o primeiro post sobre este assunto, desde então já o tenho feito por muitas vezes, de diversas formas e locais distintos. A última vez foi na passada quarta-feira aproveitando a presença de António Rodrigues, Presidente da Junta de Freguesia de Famões, no Informalidades.

Como de costume não tive resposta, mas como é hábito também não desisto e por essa razão irei continuar a lutar, vou tentar uma nova forma, muito em breve será publicado um vídeo em que todos poderão ver de uma forma mais evidente qual a real dimensão do problema.


e a Ricardina, também não deixou escapar!


Nova Odivelas - Não deixou escapar!


O jornal local, Nova Odivelas, não deixou de referir esta semana a opinião do Presidente da Comissão Politica do CDS-PP de Odivelas, Xara-Brasil, que considera que enquanto Mário Máximos tiver o pelouro das actividades económicas é impossível gerar os consensos necessários para criar desígnios municipais.





Visita deTeresa Caeiro e Telmo Correia também no ODIVELAS.COM

Uma moeda fraca para uma fraca gente?

Viva!
Apenas em jeito de livre reflexão, se é que tal neste país ainda se permite, peguemos nas declarações do único membro deste desgoverno que, embora fiel ao grande líder, ainda mantém alguma credibilidade - Luís Amado, se bem que já Estaline dizia:«a fidelidade é o agradecimento dos cães» - e confrontemos com a política monetária chinesa...
Digam o que disserem, a produtividade na China é fraquíssima, quando comparada com a Europa. Mas, os salários baixos servem os mesmos propósitos que neste penico do Velho Mundo foram ambicionados durante os anos de cavaquismo.
A China, como maior credor mundial, pode dar-se ao luxo de manter uma moeda subvalorizada. Nós, pobres pedinchas, ultrapassados pela Polónia e pela Roménia, andamos a acatar ordens de Bruxelas e Berlim em nome da estabilidade da zona Euro.
Sabemos todos que a tremenda inflação desde a adesão ao Euro não foi acompanhada de um acréscimo na competitividade nem houve qualquer aumento notável nas produções de valor acrescentado.
Numa base puramente silogística, ou seja, vamos aplicar a lógica primária: se bem me lembro das aulas de Economia Política do grande professor Arlindo Donário (foi ele que me fez ver o problema basilar deste país: a falta de capital humano), enquanto se fazem as reformas de fundo, só temos de "segurar os cavalos" com a emissão de divisa a injectar no sector financeiro e consequente desvalorização de moeda, o que permite equilibrar a balança comercial aumentar o investimento externo. Andámos desde 1975 a fazê-lo! Nunca fizemos, foi, as reformas de fundo necessárias! Porque, verdade seja dita, à excepção do segundo mandato de Cavaco e primeiro de Guterres, estamos em crise desde a Abrilada de 1974!
Houvesse alguma pessoa capaz neste país de nos guiar em tão turtuosa caminhada, não seria proveitoso uma saída durante oito anos da zona Euro para efectuar as reformas necessárias?
E não seria benéfico ter um Chefe de Estado que não estivesse mais interessado em motivos eleitoralistas e, em qualquer altura, pudesse exercer os poderes constitucionais em nome do bem superior da nação? Um CHEFE DE ESTADO com maiúscula, independente dos interesses partidários ou das empresas, sujeito apenas à aprovação do legítimo depositário da soberania: o Povo...
Esta Constituição, que no seu conteudo programático nos indica o socialismo, embora castre algumas das legítimas soluções para a nação, também nos indica o caminho a seguir: a afirmação da soberana vontade do povo numa nova Constituição, num regime mais justo em consonância com os Direitos, Liberdades e Garantias que nos garantiram e, agora querem roubar!
Fica à consideração de quem ler este texto as conclusões a tirar... Como não sou profeta, nem em tal coisa acredito, permito-me tão só agitar as águas do pensamento.
Cumprimentos!
António Gaito

26/11/10

Visita de Teresa Caeiro e Telmo Correia no Nova Odivelas.



OTECH – Para este projecto Mário Máximo não serve.

Na passada quarta houve mais um Informalidades. Desta vez foi em Famões, para além do painel habitual, esteve presente o Presidente da Luso-Capital, promotora do Projecto OTECH (Pólo Tecnológico de Famões), Dr. Gil Antunes

O Dr. Gil Antunes, explicou o projecto OTECH, assim coma a sua já longa história, a qual remonta ao longínquo ano de 2004 e que até à data ainda não saiu do papel.

Na sua intervenção Gil Antunes, entre muitas outras coisas, a certa altura afirmou:

1º) Logo no inicio perguntámos à Câmara o que gostariam de ter ali e a resposta foi: Um Pólo Tecnológico.

2º) Pela sua enorme dimensão, para que este projecto tenha êxito é imperioso que se torne um desígnio municipal e que todas as forças vivas do Concelho, em particular as políticas, se unam em volta do mesmo.


Sobre este pontos Xara-Brasil disse:

1º)
A Câmara, sem que tivesse sido feito qualquer estudo de viabilidade económica e das mais-valias que este ou qualquer outro projecto tivesse para o Concelho, mas inspirada à data pela moda do Plano Tecnológico proposto por José Sócrates, quis entrar também na “onda”. Esta não é a forma de gerir um concelho, nem tão pouco de actuar com estratégia.

2º) Se querem fazer deste projecto um desígnio municipal tem que haver primeiro uma remodelação no executivo municipal. Até à data Mário Máximo, como ainda agora se viu com a questão da marmelada, não tem capacidade para gerar consensos, muito menos desígnios municipais, a sua actuação só divide.

Informalidades em Famões / Famões no Informalidades.


Por ter sido em Famões, como não podia ter deixado de ser, Famões também foi muito falado no último Informalidades.

Xara-Brasil, aproveitando a presença do Presidente da Junta de Freguesia questionou:

1 – O que é que estão à espera para remodelar a acessibilidade para peões desde a paragem das camionetas até ao Centro de Saúde?

2 – Tratando-se de uma freguesia grande e demograficamente muito dispersa, o que é que tem sido feito para promover a mobilidade dentro da Freguesia?

3 – Choveu o dia todo, são meia-noite, estou aqui há duas e esteve sempre a chuviscar. Reparei que a rega automática deste jardim (19 de Abril) esteve sempre ligada, aliás, continua ligada e por isso pergunto: isto é forma de gerir os dinheiros públicos e um recuso natural como a águ?

Todas estas perguntas não tiveram resposta, nem podiam ter, não há justificação possivel, mas se uma, a terceira, se trata um prática de má gestão de recursos naturais e financeiros, as outras, pricipalmente a primeira, trata-se de uma enorme falta de sensibilidade humana.

25 de Novembro: Ontem e Sempre

Ontem tive oportunidade de estar presente no Jantar Comemorativo que o CDS promove há 30 anos para celebrar o 25 de Novembro.

Perante uma casa cheia Paulo Portas afirmou:

“Tal como estes homens dos Comandos da Amadora tiveram a coragem para sair dos quartéis, colocando a sua vida em risco para impedirem que em Portugal existisse numa ditadura de extrema-esquerda e que com isso perdêssemos também a nossa autonomia, hoje temos que nos organizar civicamente e ter a coragem, todos juntos, de lutar para conseguirmos resolver os problemas com que o Portugal se depara e para não perdermos a autonomia.

Os portugueses, ao longo da sua longa história sempre conseguiram resolver as suas crises autonomamente e mais uma vez terão que o conseguir.”


Nota sobre o 25 de Novembro:
A saída das forças militares dos Comandos da Amadora chefiadas por Jaime Neves no dia 25 de Novembro de 1975 travará o processo. O carismático líder da Revolução dos Cravos Otelo Saraiva de Carvalho, comandante do COPCON, que não deseja confrontos, cede. O PCP, que bem conhece os limites do seu poder, decide não intervir. Isolados, os outros partidos da esquerda manifestam-se, mas por pouco tempo. Cai o V Governo Provisório liderado por Vasco Gonçalves. Instalam-se os moderados do Grupo dos Nove. Mudam-se os tempos e as vontades: o PS e o PPD (PSD) passarão a governar ao centro e em alternância, durante décadas. Esvai-se a revolução, só ficam os ideais. Do PREC, é tudo o que se mantém vivo.

24/11/10

Efeitos da Greve

Não há dúvida que o modo como se diz as coisas é muito importante.
Embora compreendendo os motivos da Greve Geral, respeitando quem a fez e reconhecendo os motivos que levaram tantos profissionais a aderir, como mãe e encarregada de educação custou-me ver o regozijo do lider da Fenprof, que alegremente (como se de um aluno inconsciente se tratasse) declarava "Hoje não há aulas!", "Escolas de todo o país estão encerradas (...), a norte, sul e ilhas!". Que eu ouvisse (e admito que não tenha ouvido tudo) nunca referiu os motivos pelos quais os professores aderiram a mais uma greve, nem nunca se referiu directamente à classe que representa.
É bom para o país que não haja mais um dia de aulas nas escolas públicas?? Somado aos dias em que também não há aulas porque falta água, gaz, professores, ou simplesmente porque é dia de S. Martinho e "vamos passar todo o dia a fazer um magusto"...
Confesso que não consigo perceber o motivo de tanta alegria. Para mim, qualquer dia em que os meus filhos não tenham aulas por qualquer um destes motivos e que o país desinvista na formação das gerações futuras, só pode ser motivo de tristeza e de preocupação.

Xara Brasil em Famões (Hoje às 22.00h)


Na sua "ronda" portodas as freguesias e depois de Caneças e Póvoa de Santo Adrião o Informalidades vai estar em Famões. Para além do painel residente (António Pedro, Graça Peixoto, Miguel Ramos e Miguel Xara Brasil), vamos ter como convidado especiais António Rodrigues, presidente da Junta de Freguesia, que falará um pouco de Famões e Gil Antunes, da Lusocapital, que falará do projecto O-Tech, Pólo Tecnológico e empresarial de Famões.

A gravação e ao vivo e nela podem participar todos quantos desejem.
Local:Salão Multiusos da Junta de Freguesia - Rua 19 de Abril.

Paulo Portas em Odivelas.

Serve o presente post para informar que o Dr. Paulo Portas no inicio do mês de Dezembro, mais concretamente no dia 8 à tarde, estará em Odivelas.

Oportunamente anunciaremos o programa.

22/11/10

Nuno Magalhães sobre os Blindados.

Menos impostos para as PME's.


Paulo Portas defendeu algo que me parece importante e fundamental, menos impostos para as pequenas e médias empresas (PME) que contratem pessoal, invistam ou exportem.

Acrescento, todas as empresas que ao longo dos anos tenham dado lucros e que tenham as suas obrigações para com o estado regularizadas também merecem ser apoiadas.

Um esclarecimento:

Vez alguma mandatei quem quer que fosse, pelo quer que fosse, em termos pessoais ou como Deputado Municipal, para transmitir por mim os parabéns à Sr.ª Presidente da Câmara e muito menos ao seu executivo.

1º) Não considero que esteja ou estejam de parabéns;

2º) Quando entendo que algo mereça os parabéns ou um elogio, o que já tem acontecido, transmito-o directamente, no local/ais que para o efeito considero adequado.

21/11/10

O Príncipe e a Andorinha...

Ontem, na Igreja de Nossa Sra da Anunciação na Póvoa Sto Adrião, assisti à habitual eucaristia especialmente dedicada às crianças que frequentam a catequese.
Não foi uma missa comum. A somar ao cuidado que, habitualmente, os padres desta paróquia têm em comunicar numa linguagem que seja compreensível para as crianças, a missa incluiu uma pequena representação da história “O Príncipe e a Andorinha” feita pelas próprias crianças.
Este “teatro” em plena missa (que pretendia explicar porque Jesus é Rei ainda que pobre) conseguiu que, as crianças estivessem sempre atentas e muito mais predispostas a receber a mensagem que se lhes queria transmitir e, por outro lado, conseguiu reunir famílias e amigos (incluindo aquelas que só visitam a Igreja em dias de casamento ou baptizados) para ver os meninos representar.
Aqui está como, com talento, dedicação e simplicidade, a mensagem cristã é transmitida e semeada entre a sua comunidade.
No dia em que as declarações do Sto Padre voltam a ser noticia, é bom ver que “no terreno” a Igreja evolui e adapta-se aos novos tempos, sem nunca esquecer os seus verdadeiros objectivos e valores.

"O Primeiro-Ministro arruína o País todos os dias."

O Hino do CDS.



19/11/10

Visita 10.000.


Este blogue recebeu neste momento a visita número 10.000. Não é um número muito grande, mas é um número redondo, os quais gosto sempre de salientar, o importante é que nos últimos tempos, aos poucos e poucos, temos recebido aqui cada vez mais visitas.

Por aqui continuaremos a fazer o melhor, sempre no sentido de dar conhecimento da nossa actividade e de justificar a confiança que em nós depositaram quando nos elegeram. Por vezes é difícil, mas não vacilaremos na defesa dos nossos valores.

18/11/10

Agradecimento.

Em meu nome pessoal, de todos que me acompanharam nas visitas institucionais que fizemos esta semana e obviamente em nome do CDS, quero deixar aqui um agradecimento especial a todos os que permitiram que estas visitas se realizassem. Também quero agradecer a todos, directores, técnicos, funcionários e utentes, a forma como nos receberam.

Uma palavra também de parabéns para os profissionais, pelo profissionalismo, o brio, empenho e a dedicação são notáveis.

Muito obrigado.

Informalidades de ontem na Póvoa.

Ontem, por via deste novo formato o Informalidades realizou-se na Póvoa de Santo Adrião. Mais uma vez fomos muito recebidos pelo que saúdo desde já os anfitriões, nas pessoas do Sr. Mário Assunção (Presidente do PSAAC), o David Braga e da Sandra, assim como o Presidente da Junta de Freguesia, Sr. Rogério Breia, que nos deu o prazer da sua companhia.

Foi um programa diferente, que teve centralizado na freguesia. Foram salientados os principais problemas da freguesia, desde logo a densidade populacional, a questão do Barruncho e dos problemas relacionados com os cortes sistemáticos de abastecimento de água.

Não pude deixar de referir o enorme problema que constitui a todos os níveis a falta de estacionamento e o aumento da insegurança que nesta freguesia em concreto se tem vindo a registar. Aproveitei ainda a presença do Sr. Presidente para o questionar, tal como fez a Carla Rodrigues no seu post, sobre qual o destino a dar à Escola EB1 Chafariz D’el Rei.

Na sua intervenção, Rogério Breia afirmou que faz uma gestão rigorosa dos dinheiros públicos, na qual tem um extremo cuidado em cada cêntimo que despende, ao que de pronto lhe sugeri que a ser assim desse uma formação alguns dos colegas do Concelho.

Acrescentou que estava familiarizado com as questões colocadas por mim, como pelos outros colegas de painel (foram praticamente as mesmas) e que estava fortemente empenhado em as minimizar. Disse ainda que a escola irá ser uma esquadra da P.S.P. (as obras começam para a semana) e que o Centro de Saúde irá ser uma realidade neste mandato.

A única questão que não me respondeu, foi o porquê de não ter intervido na Assembleia Municipal a propósito dos inúmeros problemas relacionados com a Escola Barbosa du Bocage (se clicar aqui poderá ver vários posts relacionados com este assunto). Mas neste caso compreende-se,.......... colocaria em causa os seus colegas do P.S..

Para além dos assuntos relacionados com a Póvoa, foi abordada a questão do Chumbo da Condecoração a Manuel Varges, à qual nada mais adiantei do que aquilo que já tinha escrito.

No final, na altura do tema livre, foquei, como não podia deixar de ser, o facto de o número de desempregados ter ultrapassado os 600.000 e que o panorama em relação ao futuro não é muito animador. Em 2011 este número tenderá a aumentar e encontrar forma para recuperar todos estes postos de trabalho, vai dar um “trabalhão” e demorar muitos anos.

De salientar que enquanto decorria esta amena cavaqueira, Portugal deu 4 secos à Espanha, clique aqui para ver os golos.

17/11/10

Odivelas: A visita de ontem vista por mim.

Quanto à visita de ontem apraz-me registar que os propósitos da mesma foram conseguidos:

1º) Familiarizar ainda mais o Grupo Parlamentar do CDS-PP na Assembleia da República, mais em concreto estes dois deputados, com Odivelas, com a nossa cultura, com a nossa história e com o nosso património. Por essa razão começámos pelo Mosteiro de S. Dinis e S. Bernarado, pela Marmelada e por um pequena visita à Igreja Matriz de Odivelas.

2º) Para todos nós adquirirmos um conhecimento mais profundo do trabalho, dos problemas, das preocupações e dos anseios das instituições visitadas, assim como dos utentes.

3º) A nós eleitos localmente, porque com estas visitas aprendemos sempre mais e só assim poderemos melhorar a nossa actuação, o conhecimento e consequentemente a nossa intervenção em prol das pessoas e da comunidade.

Para terminar sublinho, aliás foi opinião dominante entre todos os que fizemos parte deste grupo, o profissionalismo, o empenho, a determinação e a dedicação de todos os profissionais com que nos cruzámos e com que falámos, o qual, é com toda a certeza determinante, para minimizar o sofrimento que muitos destes utentes têm.

Telmo Correia - sobre a visita a Odivelas.



(Telmo Correia e Joaquim Lourenço)


Em primeiro lugar disse ter entendido a necessidade de Revitalizar e Dinamizar o Comércio Local e a grande mais-valia da proposta que o CDS fez neste sentido. Elogiou a qualidade da Marmelada e o interesse económico-cultural que poderá ter no Concelho.

Sublinhou também de enorme relevância, a atenção para os apoios sociais aos mais idosos, sobretudo numa altura em que a crise e as opções erradas do Orçamento de Estado causarão uma situação muito preocupante.

Teresa Caeiro e Telmo Correia estiveram em Odivelas.

Tal como estava previsto e anunciado ontem tínhamos a Deputada Teresa Caeiro para nos acompanhar nas visitas que com regularidade costumamos fazer no Concelho.

À presença da Dr.ª Teresa Caeiro, a qual já estava planeada, o Dr. Telmo Correia, que para além de Deputado é Presidente da Distrital do CDS e porque tinha uma enorme vontade em estar presente, conseguiu alterar a sua agenda e acompanhar-nos nesta visita.

O local de encontro foi marcado simbolicamente na zona histórica da Cidade, junto ao Mosteiro de S. Dinis e S. Bernardo, mais precisamente na Pastelaria Faruque, onde ao pequeno-almoço houve, como não podia deixar de ser quadradinhos de Marmelada. Nesse primeiro momento foram realçadas as dificuldades que atravessam a maioria dos comerciantes do Concelho e a necessidade de recorrer à história, cultura, tradições e às marcas para dinamizar o Comércio Local.

Seguiu-se um pequeno percurso a pé até ao Lar de Idosos da Segurança Social, o qual foi aproveitado para fazer uma pequena visita à lindíssima Igreja Matriz de Odivelas.

A primeira visita institucional foi precisamente ao Lar de Idosos da Segurança Social. Aqui, depois de uma vista guiada, a comitiva do CDS, a qual, para além dos deputados Teresa Caeiro e Telmo Correia, era composta por Mariana Cascais, Fátima Pires, Armindo Cardoso e Xara-Brasil, reuniu-se com Sr. Director desta instituição, Joaquim Lourenço.

Nessa reunião o tema central foi a possível passagem destes serviços para a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e as suas possíveis consequências.

Seguiu-se uma visita ao Centro de Convívio Sénior da Junta de Freguesia de Odivelas, a qual está sob a tutela da Vogal Fátima Pires. Aqui, a comitiva inteirou-se do extraordinário trabalho que está a ser feito e testemunhou a motivação das pessoas que lá trabalham, como a satisfação dos utentes que lá se encontravam.

Por último, visitámos o Centro de Dia da Urmeira, onde toda a comitiva ficou emocionada com o trabalho que ali é desenvolvido e pela forma como foi recebida.


O que todos destacaram nesta visita, foi o empenho, a vontade, a dedicação e o profissionalismo demonstrado por todos os responsáveis e funcionários das diferentes instituições, o qual permite, que mesmo sem grandes condições logísticas, dignifiquem a vida de todos aqueles que recorrem a estes serviços.